Da redação 

A ideia era uma caminhada com as amigas. Uma câmera na mão e muitas fotos. Mas nesse dia choveu em Teófilo Otoni, norte de Minas Gerais. A fotógrafa Ana Miranda, 20, se viu obrigada a ficar em casa, e junto às amigas, decidiram experimentar a dupla exposição da câmera fotográfica. Assim nasceu seu primeiro ensaio, “Experimento Mineral”: do acaso, e literalmente, da tentativa e descoberta.Talvez por isso seja o preferido da artista, como ela mesma diz. As fotos, feitas quando ainda tinha 16 anos, mostram os traços de sensibilidade que acompanhariam seu trabalho dali em diante.

Confira abaixo o resultado dessa experiência fotográfica:

 

COMPARTILHAR
Artigo anterior
Próximo artigoUm rolê de bike pela América Latina

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here